segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Injustiça ou esquecimento? major mais antigo em exercício no Maranhão não é promovido

No último dia 30, o governador Flávio Dino promoveu 455 militares no estado. Até aí, tudo bem, se não fosse o esquecimento ou injustiça cometidos contra o major Brandão. Brandão é o major mais antigo em exercício, o que, pelo critério de antiguidade, o capacita à promoção a tenente-coronel desde meados de 2016.
Não se sabe, também, se a não promoção pessoal do major tem cunho político ou pessoal. No quadro de promoções, Brandão deveria ser um dos primeiros, mas tem visto colegas de farda serem promovidos na sua frente. Segundo um informante bem posicionado do Portal Vargem Grande, o estado já realizou duas promoções, deixando sempre Brandão em segundo plano.
Segundo o secretário da SSP, Jefferson Portela, “o governo Flavio Dino já ultrapassa 3.500 promoções e isto é histórico, porque acaba com aquilo que era um impedimento de ascensão funcional na carreira da Polícia Militar e que incomodava muito a corporação militar: o chamado represamento, são pessoas com mais de 20 anos no mesmo cargo. E isso foi quebrado com esse grande número de promoções. Aqui, hoje, são mais de 400 promoções de praças e oficiais e isso é importante porque a promoção no mundo militar está diretamente ligada ao estado de ânimo do servidor polícia militar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário